Mês: janeiro 2007

As melhores rimas do mundo parte 6

Shit, piss, fuck, cunt, cocksucker, motherfucker, tits, fart, terd, and twat
Shit, piss, fuck, cunt, cocksucker, motherfucker, tits, fart, terd, and twat
Shit, piss, fuck, cunt, cocksucker, motherfucker, tits, fart, terd, and twat
Shit, piss, fuck, cunt, cocksucker, motherfucker, tits, fart, terd, and twat
I fucked your mom
And I wanna suck my dad
and my mommy too
oh, is this thing on?

Blink 182 em “Family Reunion”

merdinha

Eu não quero viver muito
só o suficiente
pra te conhecer

eu não quero te ver muito
só o suficiente
pra gostar de você

eu não quero gostar muito
só o suficiente
pra não gostar demais

e se eu gostar demais
que seja suficiente
pra não ter que te esquecer

Coca-cola

Já era quase tarde. Acordei me sentindo bem de um jeito estranho. Não lembrava de quando me senti bem assim. Acho que nunca. O ar parecia mais puro. Até o sol iluminava mais.

Fui até a sala, e a Júlia estava lá me esperando. Não sabia o que ela queria. Falei que a presença dela foi uma surpresa agradável. Ela riu. Você é tão engraçado! Ri sem graça. Mas e aí, tudo bem? Ela riu denovo e me chamou pra sair, como se fossemos íntimos desde sempre. Saímos. Não entendi por que ela estava me tratando assim assim. Eu já tinha me acostumado a ser ignorado… Mas agora estava tudo bem.

Então, já era quase tarde do outro dia. Acordei me sentindo estranho. Porque, embaixo, no canto de tudo que eu olhava, eu enxergava uma mancha. Não melhorou. E quanto mais eu molhava o rosto, mais ela ficava nítida. Comecei a me preocupar. Pedi pra Júlia soprar meus olhos. Ela soprou. E a mancha virou uma logomarca.

Cão Coragem

(Eduardo Abreu, Alexandre Morato)

A Em
Vivendo nas ruas
procurando perigo
arriscando a vida
em busca de um abrigo

A Em
Já é tarde da noite
nessa vida de cão
não lhe resta mais nada
A Em A7
nem mesmo a solidão

REFRÃO (2x)
F Dm Am C
Cão coragem
pulou o muro do sítio
Cão coragem
a vida tem seus desafios
C7 (na segunda vez)


Am G

Levado pela carroça
pelas graças do céu
alojado no sítio
Am C C7
atrás do Sô Rafael

REFRÃO (2x)

D Am
Vivendo nas ruas
procurando perigo
arriscando a vida
em busca de um abrigo

D Am
Já é tarde da noite
nessa vida de cão
não lhe resta mais nada
D Am D7
nem mesmo a solidão

Inspirado em acontecimentos reais

Professor Dimas!
Ô, professor Dimas!
Eu sei que já são 11 horas
mas temos que entregar um trabalho
eu sei, é tarde pra caralho

Pessoal, vamos entrar
pra conhecer o meu novo prédio
tem até vista pro mar
na varanda, um belo coqueiro
na minha estante, diversos livros

Professor Dimas
infelizmente temos que ir
nós vamos sem motivo aparente
é que o momento constrange a gente
Professor Dimas
poderia abrir a portaria?
Estamos presos.

A baleia do Gustavo

F C G
A baleia do Gustavo faleceu
a baleia do Gustavo foi pro saco
a baleia do Gustavo morreu
a baleia do Gustavo é só um retrato

Em Am
O Gustavo ficou muito triste
Em D D D D
o Gustavo ficou indignado do do do

G Bm D
A baleia do Gustavo faleceu
a baleia do Gustavo foi pro saco
a baleia do Gustavo infelizmente morreu
a baleia do Gustavo hoje é só um retrato

O segredo

O segredo do contentamento morno e permanente: viver sem objetivos.

O segredo da felicidade quente e que some de repente: o arriscar tudo.

O segredo da tristeza colateral de arriscar tudo: o contentamento morno permanente.