Arquivo para abril, 2008

São duas opções que se tem nos dias de chuva: ficar em casa e se lamentar ou sair de casa e se lametar.

eu não queria chorar a prestação.

Tem quem compre briga. Eu vendo.

Eclipse

Eu sou muito seletivo: entre três bilhões, um eclipse cardíaco.

Coragem

Que eu tenha coragem de roubar o banco em vez de jogar na loteria.

felicidade baixou de preço

felicidade baixou de preço! agora até cabe no bolso aquele bolso do lado esquerdo daquela camisa da banda que eu gosto

felicidade é frágil. sofrimento não.

Amarelinha

A vida é bem um jogo de amareliha. Pulando de casa em casa, querendo chegar no céu.

E eu, irônico.

Precaução

Pra não sentir sua falta, nem vou te conhecer.

Silêncio

A gente diz umas palavras
pro silêncio que vem depois

amplificar.

Falam muito sobre os homens de Neandertal. Mas e as mulheres? E as crianças? E os idosos de Neandertal, meu Deus???

Adeus

meus zumbis, meus fantasmas, minha carne fraca
os preconceitos, o que eu não posso, o medo de tudo
orgulho bobo de abaixar a cabeça
satisfação de vítima, não poder fazer nada
a infinita fraqueza
as cenas de sempre e sempre e
sempre repetidas
o que merecia ser dito e não foi, a falta de coração, a confusão
pensamentos contidos
pesadelos vivos
arrependidos

Vocês sabem, são muito importantes pra mim…
Me de desculpem por abandonar vocês aqui.

Confiança

“Não se pode confiar em alguém com 700 amigos” Bárbara Carvalho

Cuidado, Sandy

A Sandy tem um e cinquenta
Eu tenho um e noventa
eu fico aqui pensando comigo:
será que ela aguenta?

Sandy, você tem um e cinquenta
Eu tenho um e noventa
eu fico aqui, pensando comigo:
será que você aguenta?

Atravessei a rua pensando nela.

Não existe música ruim. Você é que bebeu pouco.

é

deus é o maior assassino da história.

Se a vida é um presente, a morte é uma conquista.

a melhor coisa para esquecer uma mulher é amnésia.