DVD

Quando o meu pai comprou o aparelho de DVD daqui de casa, fiquei muito empolgado. Peguei todo o dinheiro da minha mesada pra comprar alguns filmes.

Fui em uma banca de jornal aqui perto de casa. Perguntei pro velho da banca:

– Você tem revista com DVD aí?

O cara me mostrou um canto da banca com algumas revistas. Mas eram fudidas… Umas bandas que acabaram na época do meu pai, filmes tão ruins que não passam nem na Sessão da Tarde… Mas foi só olhar pro lado e eu me empolguei:

– Agora eu gostei! Que beleza esses DVDs pornôs… Só mulher gostosa!

Comecei a babar. Eram muitos filmes bons. Separei um da Silvia Saint no cantinho e depois peguei mais 5 de música pra disfarçar. É claro que na hora de pagar eu coloquei o da Silvinha lá no meio.

Com todos os discos na mochila, voltei feliz pra casa. Coloquei o DVD da Silvia num lugar bem escondido – em cima do meu guarda-roupa. Estava só esperando o pessoal todo lá de casa sair. Mas os putos daquele povo não sairam, e eu tive que ir pra escola.

Quando voltei, fui procurar o vídeo da minha gata maravilhosa. Eu fiquei assustado, porque ele não estava mais lá. Virei pra trás e meu pai estava com o DVD na mão. Colocou a mão no meu ombro e disse:

– Filho, você está crescendo. Mas a sua mãe mora aqui em casa e ela merece respeito. Por isso, vou usar esse DVD até você completar 21 anos. Aí eu devolvo pra você.

Eu falei: vou cobrar hem pai, aí ele falou que eu não ia cobrar é nada, tirou o cinto e me bateu.

Um comentário sobre “DVD

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s