Categoria: Poesias?

Adeus

meus zumbis, meus fantasmas, minha carne fraca
os preconceitos, o que eu não posso, o medo de tudo
orgulho bobo de abaixar a cabeça
satisfação de vítima, não poder fazer nada
a infinita fraqueza
as cenas de sempre e sempre e
sempre repetidas
o que merecia ser dito e não foi, a falta de coração, a confusão
pensamentos contidos
pesadelos vivos
arrependidos

Vocês sabem, são muito importantes pra mim…
Me de desculpem por abandonar vocês aqui.

Plano de saúde

Baby, vou te falar, eu estou apaixonado
e cada vez que eu te vejo, eu perco a concentração
Você mexe com o meu estômago e o meu coração

Baby, eu vou te confessar
quando eu te vejo me dá até vontade de cagar
e só de ouvir o seu nome, fico com falta de ar

Baby, por favor me escute
vou te mandar a conta do meu plano de saúde

Baby, eu preciso te contar
você apareceu até na chapa da minha lombar

Baby, por favor me escute
vou te mandar a conta do meu plano de saúde

Princesinha do azulejo

E B C#m A

Verso

Quando você vai ao banheiro
com vontade de cagar
eu fico aqui imaginando
a minha princesinha se borrar

Eu penso comigo mesmo
nas carinhas lindas que você faz
pra depois eu decidir
qual delas eu gosto mais

REFRÃO

Princesinha do azulejo
da pintura em porcelana
me mostra o que você faz
e depois diz que me ama

Verso

Quando você vai ao banheiro
com vontade de cagar
eu quase morro de saudade
aqui fora a te esperar

mas você me surpreende
e volta contando as novidades

REFRÃO

Princesinha do azulejo
da pintura em porcelana
me mostra o que você faz
e depois diz que me ama

parada

eu te dava um beijo de despedida
pensando que era por pouco tempo
eu te dava um beujo pra confirmar
e subia
mas eu queria congelar a vida

o que ela fez eu não planejei
eu não esperava ser daquele jeito
e dentro do beijo que eu deixava
ficou a vida, congelada

então pensei sobre o que fazer
me perguntando sem me responder
se correndo contrário o tempo corria melhor
ou se seria melhor se hoje fosse pior

Então lembrei do beijo guardado
que eu separei pra lembrar da vida
e o final chegou

merdinha

Eu não quero viver muito
só o suficiente
pra te conhecer

eu não quero te ver muito
só o suficiente
pra gostar de você

eu não quero gostar muito
só o suficiente
pra não gostar demais

e se eu gostar demais
que seja suficiente
pra não ter que te esquecer

Cão Coragem

(Eduardo Abreu, Alexandre Morato)

A Em
Vivendo nas ruas
procurando perigo
arriscando a vida
em busca de um abrigo

A Em
Já é tarde da noite
nessa vida de cão
não lhe resta mais nada
A Em A7
nem mesmo a solidão

REFRÃO (2x)
F Dm Am C
Cão coragem
pulou o muro do sítio
Cão coragem
a vida tem seus desafios
C7 (na segunda vez)


Am G

Levado pela carroça
pelas graças do céu
alojado no sítio
Am C C7
atrás do Sô Rafael

REFRÃO (2x)

D Am
Vivendo nas ruas
procurando perigo
arriscando a vida
em busca de um abrigo

D Am
Já é tarde da noite
nessa vida de cão
não lhe resta mais nada
D Am D7
nem mesmo a solidão

Inspirado em acontecimentos reais

Professor Dimas!
Ô, professor Dimas!
Eu sei que já são 11 horas
mas temos que entregar um trabalho
eu sei, é tarde pra caralho

Pessoal, vamos entrar
pra conhecer o meu novo prédio
tem até vista pro mar
na varanda, um belo coqueiro
na minha estante, diversos livros

Professor Dimas
infelizmente temos que ir
nós vamos sem motivo aparente
é que o momento constrange a gente
Professor Dimas
poderia abrir a portaria?
Estamos presos.

Superpop

F C G

O superpop hoje vai mostrar um caso fantástico
é a história do menino feito de elástico

o superpop hoje vai mostrar um caso surpreendente
a dançarina do tchan que não tinha dente

o superpop hoje vai mostrar um caso emocionante
é a história do ator que virou ambulante

o superpop hoje vai mostrar um caso muito sério
é a história do maroto (?) que vendia remédio

o superpop hoje vai mostrar… (complete a seu gosto)

Apoio moral

Hoje
eu não vou escovar os dentes
e nem cortar o cabelo
eu quero revolução

Hoje
não não vou querer mais problemas
e nem cortar o cabelo
eu quero revolução

Até aí
nada de diferente
não vou escovar os dentes
nem ver televisão

Mas é que hoje
a vontade é de fazer tudo
só tô esperando alguém
pra dar apoio moral

Mas é que hoje
eu queria algo diferente
mas sem ninguém do meu lado
pra que revolução?

Sono feliz

Parecia dormir em condições adversas
mas parecia sonhar os sonhos mais que legais
a vida que quis aparecia na tela
mas a vida real já tinha planos normais

E o tudo de mal matou o mais que legal
e ele só esperava o sono chegar a tempo
fez do sono feliz o seu medicamento
e do cotidiano, efeito colateral

Van

Ela pega uma van
E vai embora
eu digo
vamos

Ela pega uma van
eu lembro de uma música
e digo
não vá

Ela pega uma van
vai embora pra longe
longe, longe, longe
eu digo: pra onde?
e ela
já está longe
perto de uma ponte
onde eu queria estar

Bailarina

A bailarina
não tem medo de altura
a bailarina
todo dia anda na lua

A bailarina
carrega o mundo no seus pés
e todo dia faz ele parecer mais bonito do que é

A bailarina, a bailarina
A bailarina, a bailarina

A bailarina
prefere o ar do que o chão
a bailarina é uma fadinha que perdeu
sua varinha de condão

A bailarina, a bailarina
A bailarina, a bailarina

Tem varinha de condão
dentro do seu coração
tem varinha de condão
dentro do seu coração

A bailarina, a bailarina
A bailarina, a bailarina

Pensar em você é uma atitude corriqueira, que eu faço sem pensar
assim como as milhares de formas de descobrir
que gostar de você é algo tão certo
que só falta descobrir se é problema ou remédio
e a mesma coisa é a vontade
de ter você por perto sempre que me dá vontade…
e isso é sempre que acontece.

Pomba malvada (pomba murcha)

E
Uma pomba muito malvada
A7+
vai dar uma bela cagada
E
na cabeça do seu filho
A7+
do seu querido filho

E
uma pomba muito sacana
A7+
vai cagar na sua cama
E
e quando você estiver sonhando
A7+
ela vai continuar cagando

(REFRÃO 2x)
Em7
Certa vez uma pomba malvada
G
cagou na boca do meu amor
D
ela nem me avisou
Am
ela nem me avisou
Em7
Pra acabar com essa pomba malvada
G
só mesmo um ventilador
D
mas quem vai se dar ao trabalho
Am F Am
de limpar todo esse cocô?
F
cocô?

E
Pomba malvada
A7+
Pomba sacana
E
Cagou na minha família
A7+
Sujou a minha cama
E
onde é que eu vou dormir?
A7+
onde é que eu vou dormir?
E
onde é que eu vou dormir?
A7+
onde é que eu vou dormir?
D A D E

Descer pro inferno

Descer para o inferno
será bom ou ruim?

Lá é fonte de calor
bem melhor que o céu frio
Lá tem diversão garantida
bem melhor que o céu certinho
Lá a gravidade te puxa
bem melhor do que ter que subir escada

Pra ir pro céu você tem que se comportar
Pro inferno, você não tem que fazer nada…

Não posso lidar e não quero explicar
não posso explicar nem lidar com isso
se entender bastasse, seria bastante
mas não posso aceitar que não posso entender
se explicar bastasse, ficaria entendido
mas como explicar o que não faz sentido?

Um bicho com asa e cara de gente apareceu na janela. Ele continuou me olhando enquanto eu escondia meu medo. Eu evitava a janela, mas o bicho batia ali. Foi aí que eu tive a fabulosa idéia. E nos jornais do dia seguinte apareceu escrito. Bicho provoca medo, recompensa pra quem pegar o atrevido. Foi quase na mesma hora que me trouxeram a peste de cabeça enxuta. Ri um bocado: esse ninguém mais assusta.

Carta

O amor é o que me faz feliz. E não há motivo pra viver se não for pra ser feliz.

Mas eu me sinto sozinho. E a vida parece confusa e sem sentido.
Mas eu vejo que é besteira pensar assim. Porque você está comigo, sim.

Mas às vezes eu sinto muito medo, porque não te encontro em lugar nenhum.
Mas eu vejo que é besteira pensar assim. Porque você está comigo, sim.

Eu gosto de você
um monte do Himalaia
uma Capela Sistina

Eu gosto de você
uma potência de 10
uma população da China

Eu gosto de você
uma era geológica
um tamanho do universo

Eu gosto de você
um milhão de vezes
em um milhão de versos

Soneto ao açaí

O açaí é a fruta maior
pela qual sinto real amor
o sabor que vem me oferecer
da natureza é sempre o melhor

Dirão uns que seu gosto incomoda
ou que seu cheiro é de azeitona
para esses eu tenho a resposta:
apurem já os seus paladares!

Alimente-me durante o dia
dê-me a força da qual preciso
faça-me mais feliz nesse instante

Façaí, vou-te querer pra sempre
enobrecendo todo o meu lanche
açaí, quero-te nesse instante!